fbpx

Mutirões Voluntários beneficiarão nove Organizações da Sociedade Civil em 2018

(Por Ingrid Vogl)

Projeto MUVO investe na mobilização e engajamento de pessoas para o trabalho voluntário

Está aberta a temporada 2018 de mutirões voluntários. A iniciativa que se traduz em ações coletivas de voluntariado promove engajamento e mobilização, inspirando pessoas a realizar trabalhos pontuais que tragam impacto social a Organizações da Sociedade Civil (OSCs).

Com esse espírito acontece o projeto MUVO da Fundação FEAC. Nesta ação, as entidades interessadas em receber algum tipo de trabalho no formato mutirão se inscrevem por meio de edital e a seleção é feita a partir de diversos critérios, como impacto social, custo, viabilidade, entre outros. Este ano, 57 instituições se inscreveram e 9 foram selecionadas.

A chamada para o MUVO aconteceu entre janeiro e fevereiro e o calendário das ações está planejado para ocorrer entre abril e novembro.

Na opinião de Marcela Doni, líder do Programa Cidadania Ativa da FEAC, participar do mutirão é uma alternativa para se desenvolver o trabalho voluntário. “Muitas pessoas têm dificuldade de inserir o trabalho voluntário em sua rotina. É aí que trabalhos pontuais, como mutirões, tornam-se uma oportunidade ideal para realizar uma ação social e contribuir com a transformação de uma realidade”, explicou.

Mãos na terra                                                                                           

O primeiro MUVO acontece no dia 14 de abril na Sociedade Educativa de Trabalho e Assistência (SETA). O trabalho do mutirão será a criação de horta e jardim no canteiro que circunda a instituição.

“A equipe ficou feliz e motivada com a seleção da SETA para receber o MUVO. A ação vai contribuir com a restruturação do espaço físico externo, considerando nossa limitação financeira. Esperamos que um dos resultados do mutirão seja a reativação do projeto de educação ambiental, com a motivação dos usuários a participarem e o desafio dos educadores de darem continuidade à ação”, afirmou Carlos Eduardo Lugli, coordenador técnico da SETA.

A SETA oferece serviços, atividades socioeducativas e treinamentos para a comunidade, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Inclusivo e Intergeracional, atendendo cerca de 600 usuários em três unidades. Na média complexidade, a instituição atua no Serviço Complementar Especializado de Proteção Social a Família (SESF) e Serviço Socioeducativo e Liberdade Assistida, atendendo cerca de 670 famílias.

Confira as OSCs que irão participar do MUVO em 2018:

Abril – SETA – Sociedade Educativa de Trabalho e Assistência (limpeza e plantio da horta e jardim).
Maio – Sociedade Pró Menor Barão Geraldo (organização do depósito)
Junho – Creche Estrelinha do Oriente (decoração e pintura do pátio).
Julho  –        Centro Social Romília Maria (catalogação dos livros e organização da biblioteca comunitária)
Julho  – Lar Escola Nossa Senhora do Calvário (revitalização da horta com plantio e fertilização)
Agosto –  AEA- Associação Evangélica Assistencial (revitalização do campo e jardim, com plantio de grama e acabamento do campo)
Setembro – Associação Pestalozzi de Campinas (criação da quadra de areia com construção de arquibancada)
Outubro – Associação Beneficente Direito de Ser (construção de área de convivência com pergolado e materiais sustentáveis)
Novembro –Instituto de Pernas pro Ar (organização de materiais no depósito)

Os interessados em se voluntariar para o MUVO podem entrar em contato pelo e-mail [email protected]  ou (19) 3794 3544.

Sobre o Programa Cidadania Ativa

O Programa Cidadania Ativa é uma iniciativa da Fundação FEAC que investe em mobilização e engajamento com objetivo de energizar a sociedade para agir na superação dos seus desafios e promover o bem-estar social.

 

X