Fica a Dica

Fica a Dica2018-07-20T14:06:18+00:00

Dicas aos interessados em ações e iniciativas direcionadas para a sociedade civil.

A Liga Solidária – uma organização da sociedade civil (OSC) que beneficia mais de 10.000 pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social em São Paulo/SP, -, comemora 95 anos com o primeiro grande investimento publicitário. Estrelada pela atriz Lara Córdula Teixeira, a campanha traz o conceito “Uma oportunidade faz toda a diferença”. As peças mostram a preocupação da organização em contribuir na conscientização do poder transformador das pessoas, focadas em um dos oito produtos que a Liga Solidária proporciona: a qualificação profissional.

Confira: https://youtu.be/s6FkPrkQJl0

O Centro Promocional Tia Ileide (CPTI) convida empresas de Campinas e região a colaborarem com o  Projeto Allegro.

Há 11 anos a iniciativa que promove cidadania e inclusão social  através da música beneficia crianças e adolescentes de 06 a 18 anos. No projeto são desenvolvidas habilidades e potencialidades musicais  de cerca de 300 participantes em situação de vulnerabilidade social.

Para saber mais sobre o projeto:
http://www.cpti.org.br/pdic/?portfolio=allegro-musica-e-cidadania

A empresa patrocinadora terá o direito de estampar a sua logomarca nos materiais de divulgação produzidos para o Allegro, além de ser mencionada nas apresentações e entrevistas à imprensa e terá destaque em pelo menos um informativo eletrônico da instituição (Newsletter CPTI), enviado mensalmente a um mailing seleto, composto por formadores de opinião, outras empresas parceiras e imprensa do Brasil (com ênfase no estado de SP).

Informações :
Fabíola Cavalcanti – (19) 3781-8093 | (19) 99113-7200
[email protected]

Quatro obras literárias infantis e infantojuvenis foram disponibiliza­das gratuitamente, em versão digital, com recursos de acessibilidade – legenda, narração, Libras, ilustra­ções e audiodescrição das imagens para pessoas com deficiência. O lançamento, realizado na Biblioteca de São Paulo, faz parte do Projeto Diversos – Livros Aces­síveis e Inclusivos, iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, por meio do Centro de Tecnologia e Inovação, em parceria com a organi­zação Mais Diferenças. Estão disponíveis os títulos Uma nova amiga, de Lia Crespo; Serei Sereia, de Kely de Castro; O discurso do urso, de Julio Cortazar, e O menino no espelho, de Fernando Sabino. O último estará também em formato de Leitura Fácil (uma adaptação dos textos das obras lite­rárias para que possam ser lidas e compreendidas por qualquer pes­soa, independentemente de suas capacidades intelectuais ou linguísticas).

Até junho, a plataforma no site do Centro de Tecnologia e Inovação http://cti.spdmafiliadas.org.br  terá 10 títulos.

A Human Rights Watch, ONG internacional de defesa dos direitos humanos, divulgou nesta semana relatório que denuncia as condições a que são submetidas as pessoas com deficiência em instituições no Brasil. A pesquisa revela a realidade chocante desses locais que, supostamente, deveriam estar cuidando da saúde dos seus atendidos. Em muitos desses centros as pessoas são amarradas na cama, recebem medicação para serem contidas, ficam isoladas o dia todo sem nenhum tipo de atividade ou interação, e não têm privacidade.  O canal Inclusão Na Lata, que trata de questões ligadas às pessoas com deficiência, formalizou denúncia no MPF- Ministério Público Federal.  

 

Sobre o relatório
Durante um ano e meio, a Human Rights Watch visitou 19 instituições de acolhimento nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e no Distrito Federal e identificou flagrantes violações de direitos individuais. 

O relatório foi baseado em 171 entrevistas com crianças e adultos com deficiência, pais ou responsáveis, funcionários dos abrigos, além das visitas feitas pela Human Rights nessas instituições.

Informações: Relatório: https://www.hrw.org/pt/report/2018/05/23/318044
SEGS http://bit.ly/2sje0tL

X