Comunidade do Village promove UrbaniZarte

(Por Ariany Ferraz)

O Dia das Crianças passou, mas o dia seguinte foi também repleto de alegria e diversão para muitas crianças e adultos da região do Village Campinas. Com mais de 20 atividades gratuitas, a 5ª edição do UrbaniZarte deste ano chegou na praça em frente à Escola Estadual Dora Kanso no sábado, 13. Em parceria com a Feira do Grande Village, com diversas barraquinhas de alimentos e artesanato, o evento teve início às 10h e se estendeu até 14h com uma variada programação  que incluiu apresentações artísticas, oficinas, recreação e serviços.

Em sua tenda com bonecas de pano e outras artes feitas à mão, Elizabeth da Cunha, aposentada e artesã na Feira, contou que o UrbanizArte foi uma ótima oportunidade. “Esse evento significa união. Tantas pessoas aqui no bairro e a gente não convive! É o momento de se encontrarem e também conhecerem o trabalho do outro. Está maravilhoso”, comentou.

Curiosidade, expectativa e até um pouco de medo. Assim os olhares atentos assistiram a primeira atração do dia, o ‘Show Dog’ que sempre conquista todas as idades com a apresentação dos cães treinados. “Nós temos um trabalho muito importante junto à comunidade, que aproxima a corporação  mostrando que o trabalho não é só combater a criminalidade, é também trazer educação e chamar a população e os mais jovens para junto”, ressaltou Josué Libânio, da Guarda Municipal.

Keila Regina levou os três filhos e o sobrinho. As crianças de 8, 10 e 14 anos puderam aproveitar as diversas atividades. Ela contou que é muito difícil ter eventos no local e que a novidade agradou muito. “É uma iniciativa muito boa, porque nesse bairro nunca tem nada para as crianças, permite que os filhos da gente tenham um pouco de lazer, que as crianças se distraiam um pouco e possam curtir um dia gostoso, brincar, comer e se divertir”, enfatizou também a mãe Bianca de Oliveira que levou as quatro filhas.

As senhoras Luzia Antonia Maria, Rosemeire de Cássia e Dirce Costa estiveram o dia inteiro juntas acompanhando cada atração. Elogiaram a iniciativa e contaram que se divertiram muito com a apresentação de Zumba. As amigas Rosemeire Aparecida e Maria de Castro também foram juntas prestigiar o evento. “Aqui no bairro nunca tem nada e quando acontece é muito bonito, não é?! A gente vê a alegria em cada um”, apontou Rosemeire.

Além da zumba, movimentaram o palco outras apresentações artísticas e musicais como Tarantella e solos da Aplomb Ballet Russo, Capoeira do grupo Cordão de Ouro e moda de viola caipira com Santiago e Marajó. Com muitas atividades lúdicas, a AMIC (Associação dos Amigos da Criança) Village levou oficinas de desenho e pintura, brinquedos não estruturados, dança, canto e coral. “Eu voltei a ser criança, porque eu trouxe a garotada para se divertir e eu acabei me divertindo junto”, contou Sandra Custódio que saiu de Hortolândia e levou seis crianças da família para curtir o dia e conhecer o evento.

Luciane Espíndola, assistente social e coordenadora dos serviços de fortalecimento de vínculos da AMIC Village, explica que a região apresenta muita vulnerabilidade social e carece de momentos de lazer que integrem a família. “Por isso trazemos um outro referencial de estar junto, de trabalhar a coletividade, mostrar que juntos resolvemos muitas coisas”. Para o diretor educacional na AMIC Village, William Benício, o evento trabalha o fortalecimento de vínculos. “Foca na união da família, convívio e socialização entre todos”. Ele reforça que para realizar a ação foi preciso abraçar a proposta e trabalhar em parceria.

A força do coletivo

“O território tem apenas uma organização que trabalha com a assistência social, entretanto, tem um conjunto de outros tipos de organizações como a associação de moradores, os participantes da Feira, as igrejas e Conselho de Saúde. Eles já estavam resolvendo algumas questões juntos como a praça e a sede da associação. É muito legal ver o pertencimento que eles estão tendo em relação aos espaços! A praça está sendo totalmente cuidada pela população, com várias ideias de melhorias e eles estão bem empenhados. Achamos então que era a oportunidade de fortalecer isso”, justificou Lincoln Moreira, líder do Programa Fortalecimento de Vínculos da Fundação FEAC, sobre a escolha do local.

O projeto Urbanizarte, que integra o rol de ações do Programa, busca incentivar a identidade e o pertencimento local, estimulando a socialização e a convivência comunitária, consolidando assim as redes locais. Além da parceria com a AMIC e Feira do Grande Village, o 5º UrbaniZarte de 2018 contou com a Escola Estadual Dora Kanso e a Amprovic (Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas).

A associação levou um estande com bazar de roupas, brincadeira com Rope Skiping – Pulando Cordas, oficina de Construção de bolinhas de malabarismo e experimentações. A ocasião oportunizou à Amprovic mobilizar a população e divulgar o grupo para conquistar novos associados e também proporcionou a reforma da sede, com a grafitagem decorativa do espaço e trabalho com ladrilhos por meio das intervenções com Mosaico e Street Art.

“Organizar uma ação desse porte implica bastante em integração”, avaliou Caroline Cardoso, membro da diretoria da Amprovic. Ela contou que foram realizadas muitas reuniões do núcleo criativo em que foi possível conhecer como cada parceiro funciona e quais as possibilidades, fomentando a rede intersetorial. Caroline revelou que os grupos parceiros já estão conversando e fazendo planejamentos futuros. “Super intensificou os encontros e é um legado que o UrbaniZarte deixa para esse território”, concluiu.

“Essa articulação começou há vários meses atrás com cada um trazendo a sua contribuição e olhar para aquilo que realmente era importante pro território. O bacana do pensar e do sonhar coletivamente é isso, ele nos aproxima de uma forma ímpar”, considerou Rita Lelis, integrante do Conselho Local de Saúde do Village e que atua também como apoiadora da Feira do Grande Village.

Rita explica que falta de equipamento social e as condições sociais do local tornam necessária a criação de uma agenda de convivência para os moradores como foi proporcionado pelo UrbaniZarte. “A principal importância é diminuir a vulnerabilidade social. Esse é um espaço para aglutinar a população, trazer  não só a geração de renda, mas um espaço de cidadania, de convivência, e cultura, de troca de saberes”, apontou.

A programação do UrbaniZarte até o final do ano promete mais cinco eventos que passam pelos bairros Jardim Florence e Vila União (10/11), Amarais (11/11), Jardim Bassoli (24/11) e DIC VI (1º/12).

Programa Fortalecimento de Vínculos

É uma iniciativa da Fundação FEAC que investe na qualificação de ações integradas de cultura, esportes e cidadania com o objetivo de prevenir o agravamento da vulnerabilidade social e reforçar os vínculos familiares e sociais protetivos.

2018-10-18T08:18:25+00:0017 de outubro de 2018|Categories: NOTÍCIAS|Tags: , , , , , |
X