Atitude Educação: protagonismo e inovação marcam apresentação dos vencedores  

(Por Laura Gonçalves Sucena)

Um dia repleto de emoção e muita ansiedade. Com apresentações que tiraram o fôlego da plateia, os alunos das 18 escolas participantes do Atitude Educação 2018 expuseram suas ideias e ações à banca examinadora que escolheu os nove projetos vencedores da iniciativa.

Num clima amigável e colaborativo, os estudantes revelaram suas habilidades e encantaram os jurados. Muito mais do que vencedores, os alunos mostraram que são protagonistas e conhecem suas escolas e comunidades.

Para o jurado Jonas Santos, consultor de negócio da Nortus, conhecer e participar de um projeto que estimula o protagonismo juvenil em escolas públicas é especial. “Eu sou o efeito disso porque a escola me estimulou a ser protagonista e ver projetos pensados e realizados por jovens me enche de alegria. Percebo o quanto ainda existem desafios e o quanto eles estão motivados e engajados a fazerem coisas diferentes. Foi um dia especial”, contou.

De acordo com a analista de responsabilidade social do Instituto Robert Bosch, Andréia Florio, a iniciativa incentiva os adolescentes a serem autônomos e comprometidos socialmente. “Eles trouxeram projetos que contribuem não só na escola, mas também na comunidade em que estão inseridos. As ideias apresentadas valorizam e reconhecerem essas práticas”, afirmou a jurada.

Com o tema “Participação: Transformar ideias em ações”, o Atitude Educação 2018 é um dos projetos integrantes do Programa Juventudes da Fundação FEAC e visa conscientizar e incentivar jovens a serem protagonistas em suas escolas e comunidades.

Correalizado em parceria com a Fundação Educar DPaschoal, o Atitude Educação tem como público alvo estudantes do Ensino Fundamental II e Médio das redes públicas municipal e estadual do município de Campinas/SP.

Levantando o troféu

A manhã agitada começou com as apresentações das Escolas Estaduais da Diretoria de Ensino Leste, que trouxeram ações inovadoras. Os três vencedores foram das unidades EE Culto à Ciência com o projeto ‘Manejo de resíduos sólidos: Bio, Esfera – Engenheiros mirim’; EE Adalberto Prado e Silva com ‘INMI – Interagindo na Melhor Idade’ e EE Professora Castinauta de Barros Mello e Albuquerque com ‘Amigos do Recreio’.

Já as unidades escolares vencedoras da Diretoria de Ensino Oeste foram a EE Professor Newton Pimenta Neves com o projeto ‘Quadra em Foco’; EE jornalista Roberto Marinho com ‘Mais lazer na escola’ e EE Professor Luiz Galhardo com ‘Leitores em Ação’.

Na parte da tarde, foi a vez das apresentações das escolas municipais. As vencedoras foram a EMEF Benevenuto de Figueiredo Torres, que concorreu com ‘Horta do Benê’; EMEF Maria Pavanetti Fávaro com ‘Intervalo participativo’ e EMEF Padre Leão Vallerié com ‘#Papodemenina’.

Segundo a responsável pelo projeto Atitude Educação, Raika Aquino, todos os projetos foram bem elaborados e com poder de gerar transformação social.  “Esse foi um daqueles dias que a gente diz que vale a pena viver para presenciar. Acompanhar a apresentação dos projetos finalistas do Atitude Educação foi inspirador. O que presenciamos no decorrer do dia foi engajamento e vontade que os jovens e educadores trouxeram consigo de fazer acontecer, por esse motivo acredito que todos os projetos serão colocados em prática independente do resultado do Atitude Educação”, comentou.

Galera protagonista

Projetos que se preocupam com o meio ambiente, que visam as relações interpessoais e que estimulam o conhecimento. Investindo nessas ideias, os estudantes mostraram que o protagonismo juvenil forma pessoas mais autônomas e comprometidas socialmente, capazes de se solidarizar com o próximo, anunciando um futuro mais justo.

O projeto Bio Esfera, por exemplo, é focado na resolução de problemas ambientais. “Percebemos que têm muito papel jogado no chão da nossa escola e pensamos numa solução ambiental para isso. Outro grande problema são canudos de plástico, então queremos criar um biocanudo. Participar do Atitude foi excelente e estamos muito felizes”, contou Pedro Henrique Ferreira, 16 anos, aluno do Culto à Ciência. ,.

Com objetivo de desenvolver a leitura e escrita, estimular a criatividade e melhorar as relações interpessoais e o protagonismo, os alunos da escola Luiz Galhardo encantaram com o seu projeto. “Aprendemos muitas coisas novas, especialmente na mentoria que nos mostrou como melhorar nosso projeto e torná-lo mais atrativo. Acho que conseguimos e estamos muito felizes”, contaram os estudantes Gustavo Pazonini e Larissa Alves, de 12 anos.

Já o projeto #Papodemenina atua socialmente. “Percebemos que muitas meninas sofrem na adolescência e nosso projeto visa dar o suporte por meio de um ombro amigo, uma conversa. As meninas sempre precisam contar umas com as outras e é isso que fazemos. Nossa ideia é criar um blog para compartilhar essas experiências”, contaram as alunas da EMEF Padre Leão Vallerié, Katlen Cristina e Ana Beatriz Braga, 14 anos.

“Acredito que o Atitude Educação marca a vida desses jovens porque mostra a capacidade de realização que eles possuem. Hoje tivemos a oportunidade de conhecer projetos fantásticos, inovadores e com engajamento”, pontuou Camila Figueiredo, gerente da Fundação Educar DPaschoal.

Para Raika, o engajamento dos jovens é de extrema importância para transformação social e, por esse motivo, o Atitude Educação continua com outras etapas. “A partir de 31 de agosto o desafio é ofertar para os jovens das nove escolas vencedoras oficinas formativas que potencializem o exercício de protagonismo juvenil em que a proposta é experenciar vivências que propiciem visão sistêmica, o despertar para o empreendedorismo, desenvolvimento de liderança, entre outras habilidades e competências para o desenvolvimento integral do indivíduo no século XXl”, contou.

Premiação

As escolas vencedoras por categoria receberão recurso financeiro de até R$ 5.000,00 cada, que deverá ser utilizado exclusivamente para o desenvolvimento das ideias e ações selecionadas. Os nomes das nove unidades escolares vencedoras, três por modalidade, podem ser conferidos na página do projeto: www.feac.org.br/atitudeeducacao

Sobre o Programa Juventudes

O Programa Juventudes é uma iniciativa da Fundação FEAC que investe na criação de espaços de participação e aprendizado social, autogeridos por jovens, com o intuito de incentivar o protagonismo juvenil propositivo e engajado com o desenvolvimento social.

Escolas vencedoras

Municipal
EMEF Benevenuto de Figueiredo Torres: “Horta do Benê”
EMEF Maria Pavanatti Fávaro: Intervalo Participativo
EMEF Padre Leão Vallerie: #Papodemenina

Estadual Oeste
EE Prof. Newton Pimenta Neves: Quadra em Foco
EE Jornalista Roberto Marinho: Mais Lazer na Escola
EE Prof. Luiz Galhardo: Leitores em ação

Estadual Leste
EE Culto à Ciência: Manejo de resíduos sólidos: Bio, Esfera – Engenheiros mirim
EE Adalberto Prado e Silva: Projeto INMI – Interagindo na Melhor Idade
EE Prof.ª Castinauta de Barros Mello e Albuquerque: Amigos do Recreio

Informação: (19) 3794.3547

 

2018-08-14T15:51:11+00:0014 de agosto de 2018|Categories: NOTÍCIAS|
X