Notícias

Mutirão do Grupo de Ação Voluntária da FEAC leva cor e beleza à Casa de Apoio à Vida

Mutirão do Grupo de Ação Voluntária da FEAC leva cor e beleza à Casa de Apoio à Vida

(Por Ingrid Vogl)

Desde o último sábado, dia 28 de outubro, quem passa pela Rua Irmã Serafina, na altura do número 687, tem sua atenção voltada para as cores vivas que passaram a tomar conta da fachada da Casa de Apoio à Vida (CAVI), unidade do Centro Espírita Allan Kardec (CEAK).

O trabalho, que deu destaque ao prédio localizado no Centro de Campinas/SP, foi realizado pelo Grupo de Ação Voluntária (GAV) da Fundação FEAC em clima de solidariedade e alto astral.

Antônio do Nascimento, comerciante, já participou de pelo menos 12 ações do GAV desde 2016, que ocorreram em diversas instituições sociais parceiras da FEAC. Para ele, o principal sentimento em realizar um trabalho voluntário é a satisfação. “Em minha opinião, você já nasce com o espírito do voluntariado, com essa vontade de ajudar. Este tipo de trabalho é algo prazeroso, porque se faz quando, como e onde se quer, sempre alinhado à necessidade da instituição para a qual se faz o voluntariado”, explicou.

O voluntário avalia que as ações pontuais do GAV são eficientes e com resultados duradouros. “É um trabalho prático, rápido, com positivos impactos sociais e que trazem gratificação para o grupo”, concluiu Antônio.

Impacto visual

Segundo Marcela Doni, assessora técnica do Centro de Voluntariado FEAC, o que se pretende é que a pintura da fachada, antes degradada e pouco chamativa, atraia a atenção para o trabalho desenvolvido e outros tipos de investimentos para a entidade.

“A gente espera que com o mutirão da pintura, outras boas ações sejam desenvolvidas na entidade, por meio de parcerias com empresas para que haja outras fontes de recursos ou possibilidades para o desenvolvimento de novos projetos”, afirmou.

Nas cores lilás e rosa, a nova fachada está linhada à identidade visual do logotipo do CAVI, que traz símbolos como a casa, o casulo e borboletas que representam o lar, proteção, carinho, amor e evolução.

E o resultado esperado já chamava a atenção de pedestres e motoristas que passavam em frente à entidade no fim de semana. “Esta pintura é esperada há tempos e considerada muito importante para nossa instituição. Antes, a imagem da fachada não condizia com as cores do nosso logotipo, renovado há pouco tempo. Agora, todas as imagens estão alinhadas e o resultado ficou muito bonito, moderno e trouxe destaque ao prédio”, afirmou Marinice Ishimaru, presidente do CEAK.

CAVI

O Centro de Apoio à Vida sempre teve sua história marcada pelo voluntariado. Hoje com cerca de 160 voluntários e apenas cinco funcionários, o CAVI atende aproximadamente, por ano, 200 mulheres. O atendimento se dá através do serviço social e orientação socioeducativa para gestantes em situação de vulnerabilidade social.

Segundo Denise Ferreira Dinis Schwether, auxiliar da coordenação e também voluntária desde 2009, o trabalho do CAVI teve início em 1979 com um time de jovens voluntários do grupo Espírita Allan Kardec que atendiam mulheres grávidas em uma sala do CEAK. Somente em 2000, a Casa de Apoio à Vida passou a desenvolver o trabalho em sede própria.

Atualmente, a entidade oferece o curso de maternagem durante 22 semanas e cursos profissionalizantes que são opcionais e podem durar até 1 ano e 6 meses, além de realizar o acolhimento, orientação psicossocial e acompanhamento às mães e bebês.

Com tantos voluntários, a entidade possui há dois anos uma Assessoria ao Voluntariado, que é responsável pela captação e manutenção deste tipo de trabalho. Segundo Denise, o maior desafio é a manutenção dos voluntários e, por isso, a instituição faz questão de acompanhar constantemente cada um deles, para saber o que pensam, se estão satisfeitos e como a ação está sendo desenvolvida.  “A gente acha que vem doar alguma coisa, mas no fim, somos nós que recebemos muita coisa boa aqui, aprendemos muito”, disse.

GAV

O GAV, ligado ao Centro de Voluntariado FEAC, realiza ações pontuais em instituições sociais que demandam trabalhos por meio da Chamada Para Mutirões Voluntários.  Nesta ação, as entidades interessadas em receber algum tipo de trabalho no formato mutirão se inscrevem e a seleção é feita a partir de diversos critérios, como impacto social, custo, viabilidade, entre outros.

O próximo mutirão ocorrerá no sábado, dia 11 de novembro, no Centro Promocional Tia Ileide (CPTI), Núcleo Vila Mendonça. Na ocasião, será pintada a quadra e espaços externos do prédio.

Interessados em se voluntariar para as próximas ações do GAV podem entrar em contato pelo e-mail voluntarios@feac.org.br ou telefone (19) 3794 3544.