Notícias

Mostra + Sustentável restaura pavilhão histórico do Lar dos Velhinhos de Campinas

Mostra + Sustentável restaura pavilhão histórico do Lar dos Velhinhos de Campinas

(Por Claudia Corbett)

Uma construção de 1904, com 2.950m2, de propriedade do Lar dos Velhinhos de Campinas, entidade parceira da Fundação FEAC. Este espaço, outrora moradia de idosos, foi totalmente restruturado pela Mostra + Sustentável 2017, um conceito inovador que alia caráter beneficente ao colaborativo, em prol de instituições assistenciais de Campinas e região, buscando atender suas necessidades reais.

O prédio, em estilo colonial e bastante deteriorado, estava sendo utilizado como depósito. Apesar da edificação não ser tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (CONDEPACC), a Mostra promoveu o resgate da história, por meio da revitalização do pavilhão, bem como da utilização de informações de documentos antigos do Lar dos Velhinhos de Campinas.

“Foi uma oportunidade que chegou para mudar toda estrutura do Lar dos Velhinhos. Vamos conseguir centralizar a nossa área administrativa e ainda trazer o nosso setor de telemarketing que hoje tão afastado, ficará também dentro do mesmo prédio. Este evento só trouxe benefícios. Se fosse depender do nosso poder aquisitivo, no momento, não conseguiríamos fazer”, relatou a gerente de comunicação e marketing do Lar dos Velhinhos, Natália Rodrigues Chaves.
“Alguns acabamentos serão utilizados somente durante o evento, as demais intervenções permanecerão no local para uso da instituição”, afirmou o idealizador e coordenador da Mostra + Sustentável. Após o dia 12 de outubro, quando do término do período de visitação da Mostra, os arquitetos irão readequar o espaço para entregá-lo funcional e pronto para o uso da entidade.

Mais um ganho para a instituição, com a promoção da inédita iniciativa no local, foi o sistema fotovoltaico instalado no prédio revitalizado pela Mostra+ Sustentável. O sistema resultará em uma economia anual de 20% da energia elétrica consumida pelo Lar do Velhinhos.

Dentre os espaços elaborados na Mostra um deles será mantido pós encerramento do evento. O Café da Vovó, das arquitetas Carolina Stefanatto e Lydia Bonini, foi especialmente dedicado aos idosos do Lar dos Velhinhos. “Pensamos em detalhes como a cortininha de tecido embaixo da pia e a cor da geladeira da época. Tentamos deixar o ambiente com o máximo de ícones que pudessem remetê-los ao passado e trazer lembranças de momentos no aconchego familiar”, disse Lydia.

Nas paredes, um varal de fotos dos moradores do local também ilustra e dá vida ao ambiente.
“Esta iniciativa representa um ponto muito importante, a começar pela sustentabilidade alinhada ao voluntariado, doação de trabalho tanto das instituições quanto dos profissionais liberais que participaram, como também da questão social que envolve um patrimônio histórico de 131 anos, como o Lar dos Velhinhos de Campinas”, destacou o vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira.

A segunda edição da Mostra + Sustentável beneficiará o Instituto Padre Haroldo, entidade também parceira da FEAC. “As expectativas se superam em todos os aspectos. Foram muitos aprendizados e um grande envolvimento e colaboração de todas as equipes. Isto nos motivou de maneira tão positiva que já estamos debruçados no próximo projeto”, comemorou Fernando Caparica, idealizador da Mostra.

Eliane Jocelaine Pereira, responsável pelas Secretarias Municipais de Assistência Social e Segurança Alimentar e dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania, destaca esta junção como uma participação social que envolve entidades privadas do ramo da construção que se dedicaram voluntariamente com o intuito de agregar benefícios a entidades assistenciais. “É um conceito de sustentabilidade que agrega o social e assim nos ajuda a proporcionar um novo ambiente de convivência para as pessoas atendidas nas instituições com mais qualidade de vida. É a oferta de um novo momento, para um envelhecimento saudável, como é o mote da política voltada à pessoa idosa”, salientou.

Totalmente inclusiva, a Mostra tem, além da acessibilidade física a todos os espaços, as decorações apresentadas por áudio descrição, o que insere as pessoas com deficiência visual como participantes ativas do evento. “Os textos descritivos foram escritos pelos próprios arquitetos criadores dos 70 espaços”, contou Bel Machado, áudio descritora da Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania de Campinas, responsável pelas visitas guiadas inclusivas.
A iniciativa, que conta com o apoio institucional da Fundação FEAC, foi aberta ao público em 7 de setembro e segue no aguardo de visitantes até 12 de outubro. A Mostra pode ser conferida às quartas, quintas e sextas-feiras das 14h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 20h.

A entrada tem valor de R$32,00 – sendo a meia entrada R$16,00. Familiares dos idosos moradores do Lar dos Velhinhos e menores de 16 anos não pagam. Visitas escolares também serão gratuitas e podem ser realizadas às quintas e sextas-feiras, das 8h às 12h, mediante agendamento pelo e-mail ecotopia@ecotopia.com.br.

Parte da receita que for gerada com as visitações será revertida para a instituição.

Saiba mais:
http://www.mostra.com.br/#home
http://lvc.org.br/site/