Notícias

Jovens protagonistas criam rap em defesa dos seus direitos

Jovens protagonistas criam rap em defesa dos seus direitos

No dia 16 de março acontece o 4º Encontro de Juventudes de Campinas. O evento é promovido pela Rede Articula Juventude (REAJU) e conta com o apoio da Fundação FEAC por intermédio do Programa Juventude: Uma política em construção que tem como objetivo compor e apoiar estratégias para a efetivação das políticas públicas em construção e para melhoria das existentes, voltadas aos jovens no município de Campinas/SP. O 4º Encontro tem como tema a “Violação dos direitos dos jovens” e está pautado pelo Estatuto da Juventude, um instrumento legal que determina quais são os direitos dos jovens que devem ser garantidos pelo Estado brasileiro. Nesse evento estarão envolvidos jovens de diferentes realidades em uma discussão focada nos direitos dos quais se sentem privados. Até a data do encontro acontecem semanalmente, às quartas-feiras (com exceção do dia 1º de março), na sala do relógio da Estacão Cultura, formações preparatórias nas quais estes jovens elaboram, por exemplo, letras de rap. Das formações resultou um produto musical coletivo que recebeu o nome de “Violação de Direitos”. Traz um discurso forte que fala de eleição, ficha limpa, falta de emprego, corrupção, falta de estrutura e acesso à cultura nas comunidades e prega sobre a liberdade de expressão. Este rap será apresentado em um pocket show, atração final do 4º Encontro de Juventudes que será realizado no dia 16 de março, das 9h às 16h, também na Estação Cultura.

“O rap tem uma batida legal. Ele tem uma veia positiva. Ao mesmo tempo, tem o poder de representar, de atingir, de protestar e de informar. É uma das melhores maneiras de se expressar porque traz a realidade de uma parte da sociedade que não é vista,  como por exemplo o que acontece na periferia das cidades com as pessoas menos favorecidas”, destacou Ketlen Oliveira, membro da Rede da Juventude, braço da REAJU composto somente por jovens.

“Atividades como estas, nas quais se trabalha a pluralidade de linguagens, tais como cultura Hip Hop, funk, black music, entre outras, envolvem mais estes garotos e garotas que moram em diferentes bairros da periferia da nossa cidade, e que ao mesmo tempo passam por problemas muito semelhantes. Neste ambiente de conversa descontraída eles se sentem incluídos no debate, e pertencentes da sociedade, que muitas vezes os coloca à sombra. Unem-se, discutem e trocam suas ideias e angustias entre si, com seus educadores e com a equipe técnica presente” apontou Lucilene Gomes, coordenadora desta iniciativa com a juventude e assessora técnica da Fundação FEAC, instituição apoiadora destas ações.

Ainda no mês de março será promovida a Semana da Juventude – de 27 de março a 02 de abril – com eventos espalhados por diversos bairros da cidade. A Semana foi instituída no calendário oficial do município, pela Lei Complementar nº 115/2015, pelo Poder Executivo em parceria com o Conselho Municipal de Juventude (CMJ).

Em Campinas há algumas frentes focadas em incentivar o protagonismo entre os jovens. Uma delas é a Rede Articula Juventude (REAJU) – da qual o Programa Juventude: Uma política em construção faz parte.

 REAJU

A REAJU faz parte do Conselho Municipal da Juventude e atua em três dimensões de articulação: com instituições, junto aos formadores dessas instituições e com os jovens atendidos por essas mesmas organizações. O papel central da REAJU é legitimar e articular ações com representantes de organizações não governamentais e governamentais, refletindo e fomentando a construção das políticas públicas para juventude.

Contatos:
Fundação FEAC: Lincoln César Moreira – (19)3794.3525
Reaju: Jaciara Cristina da Silva (19) 98249.4949/ Vanessa Dias (19) 98106.7238/ Wislaine de Oliveira Dri (19) 98186.9125
Conselho Municipal de Juventude (CMJ) / Glaucia Ruiz, presidente do Conselho – (19) 99494.0007
Coordenadoria da Juventude da Prefeitura de Campinas: Felipe Gonçalves (19) 3231.1867