Notícias

20º Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo: retificações no regulamento alteram avaliação de trabalhos inscritos

20º Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo: retificações no regulamento alteram avaliação de trabalhos inscritos

Criação de Comissão de Seleção visa qualificar processo de análise das matérias concorrentes

Graças ao crescente volume de trabalhos que ano a ano são inscritos nas edições do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo e ainda em virtude do compromisso de manter a credibilidade do processo de avaliação, bem como de qualificá-lo, a Fundação FEAC estabeleceu uma nova etapa avaliativa, inédita, que antecede a atuação do Comitê Julgador.

A iniciativa que completa duas décadas nesta edição de 2017, a partir de agora terá todos os trabalhos inscritos primeiramente analisados por uma Comissão de Seleção.

A incumbência da Comissão de Seleção é eleger os cincos melhores trabalhos, por modalidade, aptos a serem avaliados, na sequência, pelo Comitê Julgador.

Os critérios de qualidade técnica e jornalística, adotados pela Comissão, serão adequação ao tema proposto; investigação de fatos, dados, estatísticas e etc.; diversidade e relevância das fontes consultadas; originalidade e/ou relevância da pauta da reportagem; qualidade e clareza do texto (em linguagem escrita ou eletrônica); qualidade do material, em termos de apresentação gráfica, de imagens e áudio; correção gramatical; e adequação à categoria inscrita.

Cada critério receberá uma nota de 0 (zero) a 05 (cinco). A nota final de cada trabalho será obtida pela soma da nota de todos os critérios, dividida por 8 (oito).

Apreciados e avaliados pela Comissão de Seleção, os 05 (cinco) melhores trabalhos de cada categoria serão encaminhados ao Comitê Julgador. O Comitê Julgador avaliará os trabalhos seguindo os mesmos critérios adotados pela Comissão de Seleção e, por sua vez, definirá os 03 (três) finalistas de cada categoria do 20º Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo

As mudanças já estão contempladas no regulamento, acessível em premio.feac.org.br

A 20ª edição do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo tem como tema “Organizações da Sociedade Civil: solidariedade, voluntariado e bem-estar social”. A partir da temática, a expectativa é que jornalistas e estudantes de jornalismo produzam conteúdos que evidenciem a contribuição das instituições.

O Prêmio FEAC de Jornalismo 2017 tem 14 categorias em disputa: para a Região Metropolitana de Campinas (RMC) são oito – Mídia Impressa, Fotojornalismo, Rádio, TV, Cinegrafista, Assessoria de Imprensa, Produto Universitário e Jornalismo On-line. E de caráter nacional são seis – Mídia Impressa, TV, Rádio, Jornalismo On-line, Cinegrafista e Fotojornalismo.

Serão distribuídos R$75 mil em prêmios. Cada modalidade – RMC e Nacional – receberá R$5 mil, exceto a categoria regional Produto Universitário, que fica com R$3 mil.

Todos vencedores das categorias da RMC, com exceção dos estudantes universitários, concorrem ainda ao Grande Prêmio Fundação FEAC-Iguatemi de Jornalismo, reservado ao melhor trabalho do ano. A conquista adicional vale R$7mil.

Anualmente, o Prêmio FEAC de Jornalismo reúne parceiros que apoiam a iniciativa. A edição comemorativa de duas décadas conta com patrocínio máster do Iguatemi Campinas e apoio da Fundação Educar DPaschoal. Associação Campineira de Imprensa (ACI) e Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo – regional Campinas – são parceiros institucionais.

As informações sobre a maior premiação do interior do Estado de São Paulo, dedicada a profissionais de todo o país, podem ser acessadas no site do 20º Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo: www.premio.feac.org.br

Informações: (19)3794.3511/3515/3526.